Soneto da Fidelidade

Ir em baixo

Soneto da Fidelidade

Mensagem  Elektra em Qua Jul 13, 2011 8:38 pm

De tudo,ao meu amor serei atento
Antes,e com tal zelo,e sempre,e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.
E assim,quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte,angústia de quem vive
Quem sabe a solidão,fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor que (tive):
Que não seja imortal,posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.



Marcos Vinícius de Melo Moraes

Tematizou a oposição entre matéria e espírito;o amor;o desejo;o cotidiano e questões políticas.
avatar
Elektra
Maligno Iniciante
Maligno Iniciante

Mensagens : 49
Pontos : 236
Data de inscrição : 27/04/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum